Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Educar os filhos - Haja paciência!

por Neurótika Webb, em 17.04.15

Sou portuguesa, nasci em Portugal, mas a minha família de um lado é inglesa e do outro holandesa.

 

Cresci a falar português e inglês...o holandês, tentaram, mas sempre tive uma resistência àquilo, que só visto! Até porque lá em casa só se falava inglês.

 

O meu filho também cresceu a falar português e inglês, e tem sido uma luta porque ele fala muito melhor inglês que português. As notas a português metem dó!

 

Conversa no carro hoje de manhã:

 

- Tens que acabar o trabalho este fim de semana! Não há casa dos amigos e não há computador enquanto aquilo não tiver acabado!

- Fuck, mom!!!...

 

Fuck mom???

 

Explicar à criancinha que asneiras em inglês também não são aceitáveis foi um filme!

 

Ele sai à mãezinha, e a capacidade de argumentação é do pior!

 

Porque as asneiras em inglês não têm o mesmo peso (e?...), porque ninguém percebe (eu percebo!...e 80% da população também!), se eu prefiro que ele as diga em português (nem em português, nem em inglês, nem em mandarim!...), mas tu também as dizes (é o que dá andar todos os dias com a criança no carro...não sou propriamente uma pessoa muito calma a conduzir...).

 

Estive mesmo para responder aquela que eu ouvi tantas vezes e que me irritava solenemente, "mas eu sou eu, e sou tua mãe!". Mas num rasgo de bom senso, lá disse "pois, de vez em quando digo, mas não devia! E tu, tens que ser melhor que eu!"

 

Deixei-o na escola e vim o resto do caminho a pensar....como é que este gajo ficou tão inteligente?

publicado às 10:31


Neuroses

Neuroses

Fovias

Manias

Insonias

OS OUTROS BLOGS



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.