Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Publicidade enganosa

por Neurótika Webb, em 14.07.15

Ora estava eu aqui a passar os olhinhos pela Flash!, pasmando a cada página com a qualidade editorial da coisa, quando chego a um artigo, em que a revista convidou "as famosas" para um dia de golf.

 

Gostei sobretudo das roupinhas, que passaremos a analisar, caso alguma das meninas se lembre de ir jogar golf assim.

 

(que me desculpe esta senhora, que não faço a mais remota ideia quem é, mas coitadinha parece que está a passar um mau bocado)

 

Pages from Flash! - (10 a 16 Julho 2015).jpg

 

Temos portanto, o polo, provavelmente a única coisa que se aproveita, tirando a luva, para evitar calos e bolhas na mão.

O calçãozinho, se as meninas chegarem assim ao club house, é bom que não tenham vindo de muito longe, mandam-nas dar meia volta, porque não as deixam entrar no campo naqueles preparos.  

O téni....o téni é muito lindo, especialmente porque não tem spikes e é muito bom para fazer patinagem artística em cima da relva, especialmente quando a acabaram de regar. Escorregam que é um mimo!

O relógio, é bom que seja a pilhas e baratinho, senão desmonta-se todo na primeira pancada!

 

Se lerem o artigo, não liguem, era a brincar!, elas foram lá só mesmo fazer a fotografia e fingir que jogam. Aparentemente estiveram no putting green, que é quase a mesma coisa que ir à Feira Popular ao mini-golf.

 

publicado às 17:20

Exercício anti-stress...ou não.

por Neurótika Webb, em 03.06.15

Como ando com a neura, e a conselho de uma amiga, resolvi ir fazer exercício físico.

 

Deixei o rapaz na escola e pensei - vou ali bater umas bolas!

(Nota para as mentes mais perversas: não, bater bolas não envolve elementos do sexo masculino!)

 

Estaciono o carro, mudo de roupa, meto o saco ao ombro, e lá vai ela pró Driving Range.

Faço uns uns aquecimentos, uns alongamentos, que a malta já não tem 20 anos e não me apetece passar o resto da semana com um andar de velhinha de 90 anos.

 

Pego no ferro 7, faço uns ensaios no pin de boarracha e pouso a bola.....o swing sai perfeito, a força é que nem por isso, 90 metros!

Que se lixe! Continuo a insistir, mais focada nos movimentos e no swing, já não jogo há uns tempos, mas apesar de tudo, a coisa não está mal!

 

Depois de bater umas 20 bolas, no banco atrás de mim, ligeiramente à direita, senta-se um tipo com 50 e poucos anos.

Abre os braços a toda a largura das costas do banco, traça a perna e, apesar dos óculos escuros, tenho a plena noção que me está a observar. Sou a única mulher no Driving Range.

 

Para quem não sabe, a posição para bater uma bola com um ferro é, pernas ligeiramente flectidas, as costas a fazer um ângulo de 30º em relação às pernas, ou seja, ficamos de rabinho espetado!

 

Como fico de frente para a criatura quando bato, percebo perfeitamente que me está a medir da cabeça aos pés.

Meto-me em posição, faço o swing, 100 metros! E ouço, "Bom shot!"

Murmuro um "obrigada", aquilo já me está a enervar!

E a coisa continua. Eu a enervar-me, 150 metros...e o tipo, "Bom shot!"....e eu ainda mais enervada, 170 metros...e o gajo não se cala!

 

Mudo prás madeiras.

Primeiro vai de híbrido, mas hoje não estou praí virada.

Pego no Drive, penso, com este já não tenho que espetar o rabo todo, pode ser que o gajo se cale!

O tipo não arreda pé.

 

Estou tão enervada que acabo o cesto de bolas num instante, arrumo os ferros e, como manda a etiqueta destes sítios, atiro um "Bom dia" em tom de despedida.

 

Resposta: "Não há nada mais bonito que ver uma mulher a jogar golf..."

E se te metesse com um ferro nas ventas?!

 

publicado às 10:30


Neuroses

Neuroses

Fovias

Manias

Insonias

OS OUTROS BLOGS



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.