Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mal disposto....ou não?!

por Neurótika Webb, em 11.01.16

Fui à Conservatória do Registo Automóvel meter o "menino" em meu nome.

 

Para variar, estava cheio de gente, e só 3 pessoas a atender, 2 mulheres e 1 homem.

 

Enquanto esperava, estive a observar os funcionários, especialmente ele. 

Um rapaz na casa dos trinta, com muito bom ar (que é como quem diz, giro que se farta), mas com umas trombas daqui à China e maus modos para a condizer.

Chegou mesmo a responder mal a um casal na casa dos vinte, "Mas ainda não entendeu? Enviamos para casa! Até lá anda com este papel...percebido ou é preciso explicar outra vez?!"

A primeira coisa que me passou pela cabeça foi, "Com a minha sorte, vai-me calhar o mal-disposto!"

 

Bingo!

 

"Número 12375!"

Era eu.

Sento-me em frente do rapaz, já preparada para lhe dar umas respostas tortas, porque não são só eles que têm dias maus!

E, se não querem lidar com pessoas, escolham outra profissão. Nós é que não temos culpa!

Digo um "Bom dia" meio seco, tiro os documentos, a declaração de venda do veículo e fico à espera dos primeiros "tiros".

Já tinha reparado que faltavam elementos na declaração, mas que se lixe!

Para meu espanto, abre um sorriso pepsodent e exlica-me com a maior doçura que faltam elementos do Stand que vendeu o carro.

Digo que vou telefonar ao vendedor e preparo-me para me levantar.

"Não precisa de se levantar, deve ser um telefonema rápido. Eu espero."

Será que o rapaz bateu com a cabecinha nalgum sítio?

Foi abduzido por aliens e este é um substituto?

Lá fiz o telefonema, deram-me as informações necessárias e lá se mudou o registo.

 

O resto do tempo, esteve sempre a "brincar" comigo.

Que se não recebesse os documentos daqui a um mês, para voltar lá e falar directamente com ele.

E ainda tive direito a um aperto de mão e outro sorriso pepsodent!

 

Isto de ter cara de má às vezes dá jeito!

 

publicado às 10:40


15 diagnósticos

Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 14.01.2016 às 12:19

Sim, mas também já estive no atendimento ao público, mas no privado, e se tratasse assim um cliente era despedida!
Mas enfim, ali não somos clientes, somos utentes, apesar de lhes pagarmos os salários e ainda pagarmos os serviços!
Imagem de perfil

De Moralez a 14.01.2016 às 12:20

Pois verdade...

Comentar neurose



Neuroses

Neuroses

Fovias

Manias

Insonias

OS OUTROS BLOGS



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.