Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lesados do BES

por Neurótika Webb, em 27.08.15

Agora vão-me bater....mas já não posso ouvir falar daquilo.

No entanto, podemos aprender 2 liçõezitas com o assunto:

 

#1. Não assinar nada sem ler, ler tudo mesmos as letras pequeninas.

#2. Qualquer aplicação que gere juro composto acima da taxa de referência do BCE....não é uma aplicação sem riscos!

 

A minha opinião sobre o assunto:

 

Tenho muita pena das pessoas que confiaram nos gestores de conta e perderam as economias de uma vida.

Todos sabemos bem o que se passa nos balcões de alguns bancos, como uma gestora da CGD, que quando um depósito a prazo, da minha tia-avó, uma senhora de 85 anos, venceu, a gestora decidou fazer um investimento em seguros. Claro que depois levou comigo e com uma queixa na administração da CGD e outra no Banco de Portugal...a minha tia não tinha assinado nada e não tinha sido informada do investimento. Lixou-se porque a minha tia, apesar de ter 85 anos, o marido tinha sido empresário e ela é que tratava das contas da empresa....na Holanda.

Portanto, acredito que muita gente tenha sido vítima destes livres-arbítrios por parte dos gestores e de meias-verdades acerca do investimento em causa.

Mas....no meio daquilo tudo, há muito investidor "hard core", que sabia perfeitamente o que estava a fazer, e agora aproveitam-se das pessoas que de facto foram enganadas, para recuperar o investimento, que à partida sabiam que era de risco. 

Taxas de 8 e 9%? Está tudo a brincar? Isto quando a taxa de referência do BCE era de 2%? E ninguém desconfiou?

Ou ainda há quem acredite que um fulano que transaciona Acções, Forex, Futuros, CFD's e afins não sabia o que estava a fazer?

Pior, há anos que nos contractos de investimento de risco são proíbidas as "letrinhas pequeninas", os avisos de risco têm que estar em destaque...normas do Banco de Portugal.

 

 

 

 

publicado às 14:34


2 diagnósticos

Imagem de perfil

De marrocoseodestino a 27.08.2015 às 15:50

Como se costuma dizer "quando a esmola é grande o santo desconfia"
Sem imagem de perfil

De João a 07.09.2015 às 21:44

O problema de hoje em dia, é, que tanto quanto sei não existe nenhum banco exclusivamente de depósitos... até à pouco tempo acho que o Montepio era praticamente um banco de depósitos, mas também eles já se renderam aos empréstimos e não demorou muito a começar a ouvir-se falar de problemas financeiros também no Montepio.

Dito isto o dinheiro uma vez no banco é do banco até que a pessoa consiga recuperá-lo... se o banco quiser e bem lhe apetecer...

... um truque para os ricos: não metam os ovos (dinheiro) todos no mesmo cesto (banco)... e se a guita for muita, coloque-o no estrangeiro também... além dos cofres nas suas variadas casas claro.

Comentar neurose



Neuroses

Neuroses

Fovias

Manias

Insonias

OS OUTROS BLOGS



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.