Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




JURO QUE NÃO PERCEBO!

por Neurótika Webb, em 20.04.18

kk_butt.jpg

Ontem estava no ginásio, quando reparo que o senhor, de 50 e muitos, que estava na passadeira ao lado da minha, se estava a babar ligeiramente...

A razão do excesso de saliva que lhe escorria pelo canto da boca era uma miúda de 20 e poucos anos com uma cinturinha de vespa e um rabo....do tamanho da Austrália (e desconfio que o território australiano é mais pequeno que aquilo!)

 

Tinhamos pois uma réplica Kardashian, versão pobre! Porque convenhamos, é preciso muita roupinha de marca para aqueles rabos gigantescos ficarem com um aspecto minimamente "não rasca"!

 

Aquilo que me passou pela cabeça imediatamente foi o aspecto daquela miúda quando chegar aos 40. Vai estar um aborto, por muito exercício de glúteos que faça, a gravidade trama-nos sempre!

 

Há uns anos a bulimía e a anorexia eram os grandes problemas das adolescentes que queriam parecer-se com as top models. Hoje são as cirurgias plásticas em miúdas que ainda nem fizeram 20 anos e as culpadas são as Kardashian's!

 

É claro que há muita gente por aí que vai dizer, mas a bulimia e a anorexia são disturbios psicológicos e matam! E as cirurgias plásticas não? Não é um problema de auto-estima? De insatisfação com a própria imagem? Só quem nunca fez uma cirurgia é que pode achar que é uma coisa que se faz de animo leve e que não se morre.

 

O pior é vermos fotos como as de cima, a foto original não tem nada a ver com a foto "Photoshopada" que foi publicada pela Paper (pois é, as Kardashian's também têm estrias como nós, comuns mortais!) Pior, as Kardashian's já admitiram que as fotos que publicam nas redes sociais têm tratamento de imagem, e não uns meros filtros como nós usamos, é mesmo tratamento de imagem feito por profissionais como a que podemos ver em cima.

 

O que assusta é termos as nossas teenagers a automutilarem-se baseadas em delírios de profissionais do tratamento de imagem. 

 

A coisa é muito bonita aos 20, mas aos 40? E aos 50? 

 

Ou se tem milhares de euros para manter tudo no sítio, ou vai correr mal!

publicado às 10:56


3 diagnósticos

Imagem de perfil

De Fatia Mor a 20.04.2018 às 11:59

Não conhecia a imagem original. Ai tanto liquify que aquilo levou!
Seja como for, concordo contigo. A procura por uma imagem idealizada e popularizada, através de cirurgia, pode ser uma expressão de uma doença mental. A dismorfofobia corporal, por exemplo, encaixa bem nessa descrição. Além disso, temos a loucura por modificar o nosso corpo sem compreender que há um processo a que ninguém escapa: o do envelhecimento.
E parece-me que hoje em dia as pessoas esqueceram-se que não vão ser jovens ad eternum. Prefiro muito mais envelhecer bem, do que manter-me artificialmente nos parâmetros de beleza sociais e irrealistas.

(obviamente, que aqui coloco de parte todas as cirurgias que poderão, efectivamente e de forma comprovada, melhorar a relação com o corpo, o própio conceito individual ou a saúde física e mental)
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 20.04.2018 às 12:26

Cuidado que não sou contra a cirurgia plástica. Depende da cirurgia e da idade, e o propósito da mesma.
Mas em termos de envelhecimento, apesar de não me poder queixar muito, confesso que a coisa me chateia! Se pudesse já dava uma esticadela aqui e ali. Não é que não possa, mas tenho síndrome hemorrágico e posso morrer na operação. Isto quando se passa os 40 é uma merda!
Imagem de perfil

De Fatia Mor a 20.04.2018 às 16:56

Acho que não me expliquei bem... Resultado do cansaço. Eu também não sou contra. Quando digo que prefiro envelhecer bem é não manter a uma imagem a tocar o infantil, o juvenil, ou até abonecada, como vejo por aí. Infelizmente, a pressão é tanta que as pessoas querem tirar 30 anos à idade, em vez de procurarem adequar à sua idade.
Imagino como ficarão aquelas mamas imensas uns anos depois, da pele esticar, do corpo ceder. Ou aqueles puxões exagerados, quase sem conseguirem falar normalmente. Isso, para mim, é um problema da sociedade, de falta de seguimento e avaliação psicológica das motivações para essas alterações e dos médicos que permitem essas intervenções...
Cuidar de nós é totalmente diferente. Mas acho mesmo que temos que aprender a viver com os limiares saudáveis da idade... Será que agora me expliquei melhor?

dar diagnóstico:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Neuroses

Neuroses

Fovias

Manias

Insonias

OS OUTROS BLOGS



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.