Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Estou perfeitamente siderada com o destaque que deram a um blog que fala das nossas chamadas para os Call Center!

 

Por acaso é bom! Já agora gostava de saber qual é a operadora, não vá uma chamada minha ir parar a um blog!

Como trabalho com 2 operadoras, da próxima vez, vou perguntar se a menina que me atende a chamada não tem um blog no Sapo...é que nunca se sabe!

É uma perfeita falta de profissionalismo, além do mais, uma quebra clara da lei da protecção de dados e, a menina em questão, se fosse minha funcionária, seria sumáriamente despedida!

 

Recentemente, foi despedida de uma revista de moda, uma fulana que decidiu publicar no Facebook detalhes (com graça), das candidaturas que recebia.

 

Mas já que a menina acha que pode publicar conversas que tem com clientes, eu também acho que isto dá uma crónica do caraças!

Vou fazer um artigo, que sai na revista e no site, e depois envio-lhe o link, a ver se ela gosta!

 

publicado às 17:17


4 diagnósticos

Imagem de perfil

De Pedro a 28.05.2015 às 23:11

Boa noite,

gostei muito do blog da "Call", parece-me retratar com graça e inteligência uma atividade profissional que está em contacto próximo com a nossa humanidade (no que tem de cómico e triste, como o excelente post do "Bondage" mostra).

Não me importava nada de ser atendido por alguém que escreve assim. Se as histórias são reais ou não (o que é difícil perceber, pois não há qualquer identificação ou dado pessoal), isso já é outra história - de menor importância, parece-me :)
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 29.05.2015 às 11:11

Ó Pedro, cada um tem direito à sua opinião.
Se a menina trabalhasse para mim, estava no olho da rua.
Quem trabalha com o público tem milhares de histórias destas, mas não as vais escrever num blog.
Quanto à inteligência da moça, tenho as minhas dúvidas, quem quer ter uma vida profissional para além de um call center, não faz este tipo de coisas.
E, já agora, não foi aquele post que me irritou, aquele eu até percebo, há pessoas que são umas bestas e não têm um pingo de consideração por quem trabalha, foram os posts em que ela goza com pessoas claramente humildes, que pronunciam mal "técnico" ou "contratar".
Quanto a mim, andava a pesquisar blogs para escrever um artigo, e sai-me esta pérola! Até me deu jeito...
Imagem de perfil

De ó menina a 29.05.2015 às 19:39

se calhar quem quer 'crescer na vida' revela a falta de educação e ética que a senhora revela nos comentários dos quais cito de forma livre apenas um pedaço 'isto quando se lhes diz que é jornalista'... usa a sua profissão como escudo ou ameaça para que as pessoas ajam consigo de forma diferenciada?
Eu gostava que os jornalistas deste país tivessem mais literacia e que não fosse necessário criar uma 'tag' de 'ironia' ou 'ficção' de cada vez que alguém cria um blog para escrever umas coisas...
Também gostava que os seguidores que comentam fossem mais correctos e se dessem ao trabalho de ler o blog, como fez a Gafe, para perceber do que se trata...
enfim... de qualquer forma, agradeço a referencia.
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 29.05.2015 às 20:34

Nunca digo que sou jornalista, acho é graça à maneira mudam de atitude quando descobrem que sou, de repente é só facilidades!
Mas volto a afirmar, na minha opinião é uma falta de profissionalismo!
E descobri o seu blog porque estou a escrever um artigo sobre bloggers e sobre a influência que têm, e de facto vou fazer questão de mencionar o seu como o tipo de blog que é prejudicial à empresa onde trabalha. Porque se acha que gozar com pessoas com pouca formação, como as que dizem "ténico" ou "contratular" faz de si uma pessoa superior, lamento, mas acho que gosta de rebaixar pessoas humildes para se poder sentir um bocadinho melhor consigo própria!

dar diagnóstico:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Neuroses

Neuroses

Fovias

Manias

Insonias

OS OUTROS BLOGS



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.