Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Crises existênciais de um adolescente

por Neurótika Webb, em 28.01.16

O meu filho está no meio de uma crise existêncial. 

Quer deixar a escola. Diz que está desmotivado e que não entende os métodos de ensino, que não lhe estão a ensinar nada de novo.

O meu papel é pressioná-lo para acabar o 12º ano e ir para a faculdade.

O problema é contra-argumentar com ele, quando ele está cheio de razão.

Quando num curso de artes, o professor de multimédia pede uma trabalho em Movie Maker, é para rir, não é?

Ou quando a professora de projecto lhes pede a apresentação do portfólio anual em Power Point, então é mesmo de rebolar no chão a rir.

Como referi na última reunião de pais, se um designer me enviar o portfólio em Power Point, nem sequer abro. Não admito que um candidato a uma vaga de designer me envie os trabalhos num programa do....Office! Isto mostra-me que não tem competências suficientes para trabalhar com ferramentas profissionais de design.

 

Mas então que raio de competências é que estão a transmitir ao meu filho, quando um dos professores nem sequer sabia o que era o Bambu?

 

O sistema de ensino português está obsoleto e com professores que pararam no tempo e não têm a mais remota ideia do que se passa no mercado de trabalho!

 

Ou, não passámos já todos por isto há 20 anos atrás, em que entrámos no mercado de trabalho e ficámos a olhar para o monitor do computador sem fazer a mais remota ideia de como funcionava o programa que estava à nossa frente? 

 

E não evoluímos nada? 

 

Não há um diálogo entre o sistema de ensino e os empregadores?

 

É ridículo!

 

1a.jpg

 

 

 

 

 

publicado às 13:18


49 diagnósticos

Imagem de perfil

De jonnnix a 29.01.2016 às 11:04

Olá. É a minha primeira vez por estes lados. Desculpa o meu comentário mas como pai de uma futura designer de produto e de um designer 3D , fiquei com uma dúvida. No inicio dizes não aceitar que te enviem um portfolio feito em powerpoint, que não passa de uma ferramenta de apresentação de trabalho, quer seja gráfico, texto, ou desenho. Apenas isso, porque todo o traballho em si é feito numa outra ferramenta qualquer, nem, que seja em desenho manual com posterior passagem a formato digital. No fim do post já falas da evolução natural das coisas e da mudança que se deu nos últimos 20 anos. Afinal o problema é em relação ao office ou o formato em que deve ser apresentado um portfolio, depreendo que em papel devidamente encadernado?!
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 29.01.2016 às 11:32

Olá e bem-vindo.

O que a tua filha tem que ter em conta é o seguinte:
Cada vez que publicamos um anúncio, recebemos mais de 500 candidaturas.
O que eu avalio em primeiro lugar é a qualidade dos portfólios. (portfólios em papel só quando ela passa à segunda fase, na primeira vem em formato digital. E, nem sequer peço porque já os vi.)
Se ela apresentar um portfólio em Power Point, contra um em PDF (que se consegue perceber logo que foi ou não feito em InDesign) ou um publicado num site dedicado, os dois últimos ganham. Primeiro porque o candidato sabe trabalhar em InDesign, e no segundo caso, porque trabalha com ferramentas web. O em Power Point fica sempre a perder.

Mas estando ela a estudar design e rendering 3D, não lhe estarei a ensinar nada, acredito até que trabalhe melhor com ferramentas da Adobe do que do Office.

O conselho que dou e que é fundamental na avaliação de um designer é a criatividade.
Diz-lhe para construir um portfólio original e deixar de fora os trabalhos do costume da faculdade....estamos fartos de ver os trabalhos de estudo de produto e sinalética!
Nós não somos professores e aquilo não me diz nada.
Ela que construa um portfólio adequado à empresa que se vai candidatar.
Se for a uma revista, mostre trabalhos de paginação. Se for a uma agência de publicidade, trabalhos de publicidade e apresentação de produto. Se for a uma empresa de jogos, filmes.

É preferível ela dividir o portfólio por áreas, apresentar menos trabalhos, mas bons.
Quando estamos a analisar 500 portfólios, aquilo já nos parece tudo igual, especialmente se nos mostram os trabalhos que TODA a gente fez na faculdade.
Ela tem que se destacar!

Espero ter ajudado.

Comentar neurose



Neuroses

Neuroses

Fovias

Manias

Insonias

OS OUTROS BLOGS



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.