Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ora bem, esta é séria!

 

Porque já estou farta de gente deste governo que me passa constantemente atestados de estupidez. Há quem leia jornais! Há pessoas que até seguem economia e política nacional e internacional...há que perceba o que é esse palavrão dos dados macro-económicos!

 

O que muito pouca gente sabe: o que provocou a crise das dívidas soberanas?

 

Foi uma política imposta pela União Europeia (leia-se Alemanha!), em que as despesas tinham que ser imputadas na íntegra ao ano fiscal da adjudicação!

 

Eu explico:

 

Se o governo precisa de construir uma estrada, de 10 milhões (por absurdo!), e essa obra vai demorar 5 anos, antigamente imputava-se às contas públicas, 2 milhões por ano, ao longo desses 5 anos.

 

Quando as famosas medidas entraram em vigor, esses 10 milhões tiveram que entrar no orçamento todos de uma vez. E aí, os estados viram o seu déficit crescer exponencialmente!

 

Isto é o mesmo que dizer, vou fazer obras em casa, vai demorar 2 anos, vou gastar 5 mil Euros, mas vou armar-me em parva e pagar tudo já!

 

É uma imbecilidade, mas que é que lucrou com isto? Os bancos alemães!

 

A conferência de imprensa do PSD foi de rir! A criatura foi falar e nem sequer leu o documento do PS, foi mandar umas bocas!

 

(atenção, eu não sou do PS! Aliás não sou de partido nenhum!),

 

Mas, pela primeira vez, ouvi propostas com lógica, a única lógica possível: relançar a economia!

 

A primeira coisa que se aprende em economia é que a Economia é uma roda, ou seja, se o Estado financiar a economia, as pessoas gastam mais dinheiro e esse dinheiro retorna ao Estado na forma de impostos!

 

Outra coisa fundamental, os motores da economia: Estado (Estado, o nosso representante, não confundir Governo!), Função Pública e Reformados! Todos estes sectores foram drenados nesta legislatura!

 

As "gorduras do Estado" aumentaram 8,3% nesta legislatura, e as famosas PPP's estão na mesma, ou seja, andamos a pagar a essas empresas a ausência de lucros! Não percebem? É assim, imaginem que a Brisa em 2009 tinha lucros no valor de 5 mil milhões, como estamos em crise, só tem lucros de 2 mil milhões....segundo a Parceria Publico-Privada....nós pagamos os 3 mil milhões em falta!

 

Porque é que não lhes interessa acabar com as PPP's? Porque quando sairem do governo são convidados para gestores dessas empresas!

 

É preciso uma economia de cariz social, voltada para as pessoas e não para os bancos!  A austeridade não funciona, nem nunca funcionou! Só é boa para os bancos!

 

O mais bonito, é que tenho amigos militantes do PSD, e que dizem que estão a contar os minutos para que o pesadelo deste governo acabe...nem ele se revêm neste governo!

 

Isto é expectável, quando temos um Primeiro Ministro, que acabou o curso de ecónomia aos 37....ao abrigo do acordo de Bologna, senão, estou desconfiada que ainda lá andava!  Teve 2 aninhos de curso de desconto!

 

Um tipo, que se não fosse o "padrinho" Ângelo Correia, nunca tinha feito nada de jeito na vida! O senhor é um primor enquanto gestor, aconselho vivamente o artigo da Visão sobre a Tecnoforma (está online). É um sem fim de trafulhices, com Angola à mistura!

 

Meninos e meninas, caso nãoi saibam, é graças a este senhor que hoje em dia pagam a enormidade de propinas! A ele e à Ferreira Leite, e ficou a minha geração conhecida como "geração rasca" porque tivemos a coragem de lutar por uma educação acessível a todos, infelizmente não conseguimos, estávamos em pleno Cavaquismo com maioria absoluta....uma época negra da nossa história!

 

Portanto, se estes gajos continuarem no governo, o meu filho acaba o 12º ano e vai para os Estados Unidos! E já lhe disse, nunca mais cá ponhas os pés!

 

 

publicado às 13:51


2 diagnósticos

Imagem de perfil

De CO a 21.04.2015 às 14:47

A menina dá licença?...
Estou de acordo com quase tudo o que disseste, muito bem falante vossa mercê..

No entanto queria só fazer um reparo(zinho), não só a ti mas à grande mairoira das pessoas que falam das PPPs.
Na verdade as primeiras (PPPs) que tivemos foram péssimos exemplos, o caso que deste é o mais grave, mas essa foi uma PPP rodoviária, com contratos inadmissíveis nos tempos que correm, a menos que haja compadriu (e muito) lá misturado.
Posso no entanto falar das PPPs da saúde, nestes caso o estado fica a ganhar e muito. Assim por alto, os hospitais têm de se reger mediante um contrato-programa com estado, sendo que o mesmo paga pelo que é produzido e os valores de produção são bem mais baratos que os hospitais do estado, ainda assim se o hospital tiver um buraco terá de o tapar, o estado não injecta dinheiro.
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 21.04.2015 às 15:26

Essas confesso que não conheço muito bem, peço desculpa. :(
Muito obrigada pelo elogio! A minha "praia" é mais políticas cambiais e macro-económicas. Estive 10 anitos a trabalhar no "olho do furacão", leia-se, um dos maiores bancos do mundo (americano, claro!), mas já andava doente com tanta "badalhoquice"!
Agora escrevo sobre luxo....o que é muito mais agradável!...mas continuo com o vício, leio os jornais todos e vou todos os dias ver as cotações dos mercados...

dar diagnóstico:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Neuroses

Neuroses

Fovias

Manias

Insonias

OS OUTROS BLOGS



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.