Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O resultado destas eleições...

por Neurótika Webb, em 04.10.15

...ajudaram a tomar uma decisão, que foi adiada, com esperança que alguma coisa mudasse.

Em Julho, assim que o meu filho fizer os 18 anos, vou fazer-lhe a vontade, vamos para Londres. A minha mãe também vai, visto a família dela viver lá.

 

Enfim...nesta família ninguém tem queda para o sado-masoquismo!

 

Ah, e se acham que vamos ajudar a pagar a conta? Já não estamos em 1960! Não meto nem mais um cêntimo aqui e nunca mais volto! 

Aliás, o meu erro foi voltar para cá em 2005! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:24


31 diagnósticos

Imagem de perfil

De Violinista a 04.10.2015 às 20:53

Minha cara
O que te posso dizer? Fazes bem.
Quem me dera a mim. Mas não tenho bem onde cair morta e duvido muito que conseguisse passar as provas de acesso à RAM, ou qualquer uma lá. O que é uma pena, porque não me apetece ver o que vem aí. Pode ser que um dia. Porque quero sair daqui.

Só digo que este paíszinho à beira-mar plantado está a perder muita gente boa e de valor, e não falo só em valor académico.
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 04.10.2015 às 21:15

Não desistas!
Especialmente porque esta gente sabe lá o que é arte!
Isto é um nojo de país!
Juro-te que assim que puder peço a nacionalidade!
A minha bisavó nunca devia ter vindo para cá...na pior das hipóteses, se o Hitler tivesse ganho a guerra, eramos alemães!
Este país trata muito mal os artistas...porque é que achas que passei 10 anos na banca e acabei a escrever?
Ser artista é ser uma pessoa esquisita....acham que não queremos trabalhar!
Infelizmente somos é governados por gajos que nem sequer sabem o que é trabalhar...por gentinha medíocre!
Não desistas...pira-te daqui!
Sem imagem de perfil

De Dama de espadas a 04.10.2015 às 21:28

Posso ir? Ofereço me para limpar o pó e passear o cão. O meu marido pode fazer recados. E crio a minha filha lá
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 04.10.2015 às 22:05

Quanto muito passeava o gato!
Não posso ter cães, o cheiro dos cães faz- me vomitar!
Olha, e se pudesse, levava a malta toda que está farta disto!
Sem imagem de perfil

De Dama de espadas a 04.10.2015 às 23:16

Eu adoro gatos. Tenho uma. Linda bem educada. Vou começar a treiná-la para miar em inglês.
Sem imagem de perfil

De Língua Afiada a 05.10.2015 às 11:49

Também saía de Portugal mas para um sítio quente, Europa só se fosse mesmo a Sul talvez Itália, a verdade é que cada vez é mais difícil de ter qualidade de vida aqui, demasiados impostos, ordenados congelados e custo de vida cada vez mais alto.
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 05.10.2015 às 13:50

Eu gosto de frio e de neve...Itália não me parece.
Isto chegou a um ponto em que está insustentável.
Mas pronto, eu não vou ficar para ver...nem sequer para pagar a factura. Assim que puder peço a nacionalidade. Não tenho cá família, excepto alguns primos com quem nem sequer falo. O resto está em Inglaterra e na Holanda. Já não há nada que me prenda aqui.
Não volto nem abro uma contazinha na CGD para um dia voltar.
Vivi em Madrid e em Nova Iorque e sempre disse que a próxima era de vez...parece que se está a concretizar.
Sem imagem de perfil

De Língua Afiada a 05.10.2015 às 14:52

Itália era mesmo pela beleza do país. Eu a emigrar ia para uma ilha do Caraíbas.
Gosto do frio mas depois de duas semanas e já estou cansada. Gosto muito de sol e fico mesmo deprimida se passar muitos dias sem sol.
Mas entendo o teu sentimento, aqui somos roubados de uma forma indecente, regressei ontem de Paris onde se pagam 60€ de fatura de eletricidade de 3 em 3 meses...
Até fiquei doente...
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 05.10.2015 às 15:29

Vou-te fazer uma proposta desonesta....vamos fugir para Cuba e vamos vender artesanato na praia!

Se fosse para as Caraíbas era praí que ia....apaixonei-me pela ilha e pelas pessoas...e pela música!
Sem imagem de perfil

De Língua Afiada a 05.10.2015 às 16:51

Não estive em Cuba, mas tenho a certeza que iria adorar.
Olha que eu aceito já que o meu sonho era poder viver numa daquelas casas de praia numa ilha paradisíaca a vender artesanato ou sumos de fruta/cocktails.
Depois de ter visto o filme Cocktail na adolescência os meus sonhos moldaram-se para sempre.
O filme Salsa só avivou esse sonho...
Quando queres ir?
Sem imagem de perfil

De Língua Afiada a 06.10.2015 às 14:50

Sabes que ontem fiquei a pensar nesse cenário... Cuba não deve ser muito fácil, a conjuntura não é favorável ao empreendedorismo, mas há por ali tantas ilhas...
Tenho de investigar melhor isso.
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 06.10.2015 às 15:00

Agora é que é fixe...os Estados Unidos acabaram de levantar o embargo e aquilo vai começar a "bombar"!
Sem imagem de perfil

De Língua Afiada a 06.10.2015 às 15:04

Sim, mas existem lá umas leis estranhas que causam alguns entraves.
Como disse tem de se investigar.
Um bazar de recuerdos era bem.
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 06.10.2015 às 16:54

então não era?
e aquela água transparente....e 27 graus em Janeiro...e a música em todo o lado.
Sem imagem de perfil

De Língua Afiada a 06.10.2015 às 17:41

E a areia branca, a fruta a saber a fruta, a alegria contagiante.
Suponho que seja como na República Dominicana passam a vida a cantar e a dançar. Jamaica pelo que ouço também é uma alegria. No México é que já são mais tristes.
Cuba, República Dominicana, Jamaica, Bahamas, Puerto Rico, qualquer uma servia de morada.
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.10.2015 às 13:14

Pensei exactamente o mesmo.
No meu caso é mais fácil. Não tenho de esperar por ninguém e o que faço é fácil de ser transferido de país. Uma questão de burocracia que se resolve razoavelmente bem.
(O anúncio desta decisão causou vários orgasmos na famelga)
Vou tentar que em Janeiro esteja tudo resolvido. Volto para o meu lugar "materno" e vou tentar chamar-lhe meu país. Nunca mais regresso.

Não consigo continuar a viver no meio de gente bipolar.
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 05.10.2015 às 13:44

Em 2005 regressei de Nova Iorque, em grande parte porque a minha mãe não queria ir para lá (aquelas coisas dos britânicos, que ir para as "colónias", nem pensar!). Confesso que preferia regressar do que ir para Londres onde está sempre a chover...e odeio chuva! Deem-me toneladas de neve, mas chuva não!
Ou seja, a minha mãe e o meu filho uniram-se contra mim e, parece que vamos mesmo para Londres.
Só espero até Julho porque não vale a pena por alguns meses ir a tribunal de família para levar o rapaz para fora daqui.
Pode ser que um dia vá beber um chá contigo a Paris!
E, concordo contigo, já não consigo continuar a viver num país onde as pessoas não pensam e engolem tudo o que as televisões dizem...
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.10.2015 às 14:40

Eu voltei a Portugal porque queria frequentar a Fac. de Medicina que na altura (creio que ainda) era altamente prestigiada e reconhecida como uma das mais competentes da Europa.
Vim contra tudo e contra todos (excepto contra o meu avô que me apoiou e que abriu a casa que estava parada há décadas,e fez com que a minha avó me apoiasse nesta escolha).

Queira muito exercer aqui e cultivar as minhas raízes.
Regresso a Paris com uma sensação de ilusão perdida. Não consigo entender este meu povo!

Podemos tomar chá um dia num café lindíssimo perto da Torre!!!
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 05.10.2015 às 15:27

Queres rir-te? Conheço imensas cidades em França excepto....Paris!
Sempre sonhei ir a Paris com alguém especial e, tenho adiado eternamente a viagem. É tão estúpido!

Especialmente porque a irmã mais velha do meu avô viveu uns anos em Paris e contava coisas maravilhosas da cidade. Desde pequenina que imagino Paris como uma cidade mágica.

Já me conformei que provavelmente vou conhecer Paris sozinha...

E, ainda mais estúpido, tenho uma amiga que tem casa e uma galeria de arte em Paris!
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.10.2015 às 16:13

Paris é uma cidade belíssima com gente belíssima pelo meio. Sei que vais perder-te apaixonada. Tem recantos que são o nosso retrato! - mesmo que o não sejam...
Um dos meus maiores amores é esta cidade. Fico rendida em cada esquina, em cada rua e em cada avenida.
Pode ser descoberta sem companhia (nunca ficas só por muito tempo).
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 06.10.2015 às 14:33

Acredito...já aqui em Lisboa é uma seca!
A cidade é fantástica e anda tudo metido em casa...ou conheces pouca gente.
Vivi em Madrid e em NY e são cidades com uma vida fabulosa.
Ei sei que vou amar Paris.
Basta ser a capital da arte e da moda!
Sem imagem de perfil

De Cris a 06.10.2015 às 14:05

Vais deixar-nos????? NÃO!!!Como vamos sobreviver sem as tuas orientações ó "mighty Neurótica"
Leva-me contigo!!!Please, please, please :((((
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 06.10.2015 às 14:35

ó mulher...que eu saiba há internet em Londres...o blog vai continuar, se calhar com mais mau humor por causa da chuva!
Sem imagem de perfil

De Cris a 06.10.2015 às 14:38

Eu sei, mas depois já não vais sentir as coisas da mesma maneira...mas isto é só inveja da minha parte!
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 06.10.2015 às 14:43

está descansada que o meu mau feitio é internacional!
Sem imagem de perfil

De Renato Peixe a 06.10.2015 às 15:35

E o namorado? Não vai?
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 06.10.2015 às 16:54

Não sei se vai na mesma altura...mas vai, nem que eu o tenha que vir buscar por uma orelha!
Imagem de perfil

De Maria Alfacinha a 06.10.2015 às 16:20

Ó caraças!
Acho que o melhor é mesmo organizarmos uma excursão e vamos todos.
Vou começar a ver orçamentos... :-)
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 06.10.2015 às 16:55

ainda fundamos uma aldeia no Reino Unido...já são tantas as candidaturas! ahahaha
Imagem de perfil

De Maria Alfacinha a 07.10.2015 às 12:34

Conta comigo!
Pode ser uma daquelas aldeias lindas, cheias de verde por todo o lado, casinhas com pequenos jardins, um pub e uma estação de comboios, que é o que basta para ir para qualquer lado?
Please, please, please???

Comentar neurose



Neuroses

Neuroses

Fovias

Manias

Insonias

Arquivo Clínico

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D




Memento